AGRICULTURA

O uso de VANTs com sensores NIR e espectro visível RGB, através dos dados capturados torna possível interpretar problemas e soluções em uma variedade de relatórios. Isto pode mostrar a densidade vegetativa da cultura, sugestão de aplicação de fertilizantes e defensivos aplicando em zonas de controle, ou/e identificar zonas de plantas infestantes e zonas doentes.

 

Benefícios: maiores colheitas, redução dos custos aplicados,economia de tempo. Não sendo mais necessário que o agricultor ou consultor tenham que entrar fisicamente no campo e causar danos, pois as informações são obtidas através do sensoriamento remoto. Cálculos especiais como o NDVI pode ajudar a determinar o nível de stress da planta, biomassa e outras características que não são visíveis a olho nu.

 

Ao analisar os arquivos GeoTIFF, podemos fornecer medidas precisas de áreas, relatórios de áreas não semeadas e semeadas, com água e sem água e muito outras estatística. Estas informações são excelentes para o planejamento da colheita, reivindicações de seguro de colheitas ou documentação dos danos causados pelos fatores climáticos. Você mesmo pode verificar seus dados diretamente em uma variedade de softwares GIS.

NIR

NDVI

SHP

ESTUDO DE CASO

 

De acordo com a EMBRAPA, plantas infestantes não controladas prejudicam consideravelmente o estabelecimento das principais culturas. No entanto, reduções médias motivadas pela interferência resultante da convivência das culturas infestantes têm sido descritas como da ordem de 13,1%. De modo que, em casos aparte de métodos de controle, esta redução pode chegar a aproximadamente 85% quando estas plantas não forem manejadas corretamente ( http://www.cnpms.embrapa.br/publicacoes/milho_6_ed/plantasdaninhas.htm )

Através de concorrência por nutrientes plantas infestantes como gramíneas podem prejudicar o estabelecimento das principais culturas. Boas praticas de plantio podem ajudar a controlar o impacto destas invasoras, a maioria dos produtores preferem utilizar aplicações de herbicida em vários momentos durante o ano. De qualquer forma esta aplicações adicionais aumentam os custos entre R$120,00 e R$200,00.

No esforço de minimizar os custos na aplicação de defensivos, em particular no Arroz, um produtor solicitou os serviços da ArnsTronic VANTs e análise de dados para adquirir dados do seu campo com a finalidade de identificar áreas com maior densidade de plantas infestantes no período pré ressemeadura do Azevém.

Segundo nosso cliente, plantas infestantes não controladas prejudicam consideravelmente o estabelecimento e a germinação da ressemeadura do Azevém, pois uma lavoura de arroz com preparo antecipado e com o Azevém estabelecido reduz os custos diretos de defensivos em R$ 200,00 por hectare, sem citar os custos operacionais.

Arnstronic chegou ao campo com o plano de voo já planejado. Determinou-se que a imagem NIR multi-espectral seria o sensor mais indicado para capturar o máximo de informação possível e melhorar a qualidade dos dados.

A avaliação inicial com sensor RGB mostrou áreas com vegetação verde (provavelmente gramíneas) visíveis somente quando examinada em detalhe (cerca de 5 cm/px), mas era difícil determinar as áreas afetadas a olho nu, logo se confirmou que o melhor sensor seria o NIR. Este mesmo torna mais rápido e preciso a identificação de zonas de controle onde se concentram alta densidade de vegetação, então foi processado o NDVI (Índice de Vegetação por Diferença Normalizada).

O próximo passo foi o zoneamento elaborado em cima do cálculo de NDVI. Foi gerado um mapa com áreas de índices de alta densidade de vegetação e, em seguida estas áreas foram transferidas para uma serie de polígonos que a partir destes dados foram gerados os arquivos SHP que podem ser transformados para os principais monitores do mercado. Usando o método de corte de seção (que pode ser automático ou manual) foi possível criar áreas de cultivo onde o pulverizador iria aplicar o defensivo.

 

CONCLUSÃO

 

Com os custos atuais de defensivos foi avaliado que para a área analisada de 141,5 hectares, teria que ser investido um total de R$ 7.075,00 aproximadamente R$ 50,00 por hectare. Usando os dados do relatório gerado pela Arnstronic o produtor poderia reduzir a área de aplicação para 81,36 hectares desembolsando R$ 3007,00.

Pelo voo representado no relatório o cliente pagou R$ 1300,00, avaliando a área total o produtor ainda teve uma economia R$ 2.768,00 em custos de defensivos sem avaliar os custos indiretos.

Estas economias ainda podem ser aumentadas em áreas maiores, bem como a utilização dos dados capturados podem vir a aumentar os rendimentos da cultura.

Como Arnstronic continua a desenvolver e pesquisar aplicações dos VANTs para os produtores, colocaremos estudos de caso adicionais que demonstram exemplos da vida real e os benefícios que estão fornecendo. Sem dúvida, a tecnologia dos VANTs apresenta um valor significativo para o setor agrícola. Para aqueles que estão prontos para alavancar esta tecnologia em sua fazenda entre em contato para um orçamento.

+55 55 99996 6606